Filmes

Mentes Sombrias – Não é jogos vorazes, mas é um filme sólido

Mentes Sombrias – Não é jogos vorazes, mas é um filme sólido, podemos dizer que em 2010 Jogos Vorazes desempenhou um grande papel em Hollywood que passou a adaptar histórias de ficção científica distópica de jovens adultos com um único objetivo derrotar o governo soberano.

Se formos pensar sobre todos os filmes de ficção científica distópica que foram um grande sucesso temos toda a franquia The Hunger Games, The Maze Runner e podemos dizer que Divergent teve seu alto e logo apos um grande queda, mas Mentes Sombrias tem o seu momento apesar de não ser algo espetacular. No entanto, Jogos Vorazes viram retornos decrescentes em suas duas últimas partes, a terceira entrada de Divergent foi um fracasso que a série nunca foi completada, e a trilogia The Maze Runner foi aberta no início deste ano para críticas menos favoráveis ​​e retornos de bilheteria, com isso parecia seguro dizer que a loucura de Hollywood havia morrido. No entanto, a 20th Century Fox lança agora Mentes Sombrias “The Darkest Minds” , uma adaptação do romance de mesmo nome de Alexandra Bracken, que tem o mesmo sentido que Hunger Games, Divergent e Maze Runner, e podemos dizer que tem um que de X-men.

Mentes Sombrias acaba sendo uma adaptação de sci-fi distópica sólida, elevada pela performance de Amandla Stenberg que diga se de passagem estava realmente brilhante em cena, mas no meu ponto de vista não vai reviver esta tendência de filme de adaptações sci-fi distópica, entretanto espero que tenhamos uma continuação pelo menos tão solida quanto o filme foi.

A historia em bem simples porem achei que ficou faltando algumas explicações mais concretas em relação a tudo que esta acontecendo com as crianças, mas como vemos o filme segue Ruby Daly (Stenberg), uma garota de 16 anos que cresceu em um mundo onde uma misteriosa doença matou a maioria das crianças com menos de 20 anos – e aqueles que sobrevivem descobrem que têm habilidades. No décimo aniversário de Ruby, suas habilidades se manifestam e ela acidentalmente se limpa das memórias de seus pais para que eles não saibam quem ela é. Ela é enviada para um acampamento do governo para as crianças sobreviventes, onde elas são classificadas por cores de acordo com os poderes que possuem: verde para maior inteligência, azul para telecinese, amarelo para manipular eletricidade. Há duas outras cores para classificação – laranja e vermelho – e quando Ruby é classificada como laranja, ela aprende que as crianças com essas habilidades são mortas imediatamente.

Ruby usa seus poderes para convencer o acampamento de que ela é um verde, e ela voa sob o radar por seis anos. No entanto, quando o acampamento finalmente descobre que ela está se escondendo à vista todos esses anos, ela é descoberta pela Dra. Cate Connor (Mandy Moore), membro da Liga das Crianças. De acordo com Cate, o presidente Grey (Bradley Whitford) mantém o público no escuro sobre o que realmente está acontecendo com as crianças, usando seu filho “curado” Clancy (Patrick Gibson) como uma tática de manipulação, e a Liga significa lançar luz sobre o assunto. situação. Não confiando em Cate ou seu associado Rob (Mark O’Brien), Ruby escapa deles e da caçadora de recompensas Lady Jane (Gwendoline Christie) para pegar carona com um grupo de crianças como ela.

Há uma série de paralelos entre The Darkest Minds e outras propriedades como The Hunger Games e Divergent : adolescentes que vivem em um mundo onde estão segregados devido a suas habilidades / naturezas, encontram aliados, amigos e familiares em outros como eles, e juntos eles se levantam contra um poder do governo opressivo. No entanto, onde Jogos Vorazes e Divergentes são ambientados em um futuro distante, The Darkest Minds é ambientado em um mundo alternativo presente e próximo ao futuro que rapidamente caiu no caos. Como resultado, o filme deve explicar e justificar como o mundo se transformou tão drasticamente em tão pouco tempo. Embora a justificativa não seja muito difícil de acreditar,The Darkest Minds gasta muito tempo em exposição e construção de mundo. Porque há muito o que explicar sobre o mundo de Mentes Sombrias, o filme passa por grande parte dele rapidamente com monólogos e trocas de diálogos expositivos. Em última análise, porém, o mundo ainda se sente muito subdesenvolvido.

Mas, onde o roteiro Mentes Sombrias , escrito por Chad Hodge ( Good Behavior , Wayward Pines), percorre os aspectos mais densos e construtores do mundo do filme, leva tempo para se concentrar nos personagens e seus relacionamentos. Para fundamentar uma história em um mundo distópico como esse, deve haver um personagem bem-arredondado no centro, e Ruby deve ser esse personagem. Embora o script não esteja completamente lá em termos de criar um personagem bem desenvolvido em Ruby, o desempenho de Stenberg é forte o suficiente para fazer de Ruby um protagonista convincente que os espectadores podem seguir e torcer. Além disso, Stenberg é cercado por fortes atuações do elenco de apoio – especialmente os mais fortes, como Moore, Whitford e Christie. O verdadeiro charme das Mentes sombrias vem dos quatro principais, que não conseguem o tempo suficiente juntos, mas ainda assim conseguem mostrar uma dinâmica emocionante da família. O relacionamento mais importante, porém, é o de Ruby e Liam; Há muita química entre Stenberg e Dickinson para conseguir isso, e seu charme traz um pouco de leveza necessária ao mundo distópico. Enquanto o roteiro e a história de Mentes sombrias podem ser fracos, o filme é elevado pelas performances de seu elenco.

Em todo caso considerando todos os elementos do filme podemos dizer que e um filme solido e atente seu objetivo, mas pega em pequenos detalhes da trama e apesar de manter um bom ritmo de cenas ele acaba trazendo um final que nos deixa com mais duvidas em relação a historia, o que fica bem estranho pois quando temos filmes do gênero onde possivelmente teremos uma continuação, seu final tende a ser mais impactante e gerar aquela sensação o que vai acontecer agora? No mais o filme e bem divertido e vale a pipoca em uma tarde de cinema.

E ai o que achou? Comenta ai!! Aproveite e nos siga nas redes sociais para ficar por dentro de tudo do universo dos filmes series e games Facebook, Twitter, Instagram, Youtube

🔔 Confira nossos canais no youtube!!

🔔 Você sabia que a District está no 🔥 Facebook, 🔥 Instagram e 🔥 Twitter? Siga-nos por lá.


Jovens Titans
  • Roteiro
  • Direção
  • Fotografia
  • Interpretação
  • Efeitos especiais
  • Trilha sonora
4.2

Resumo

THE DARKEST MINDS É UMA ADAPTAÇÃO SCI-FI DISTÓPICA SÓLIDA, ELEVADA PELA PERFORMANCE DE AMANDLA STENBERG, MAS NÃO VAI REVIVER ESTA TENDÊNCIA DE FILME.

Carlos Rafael

Carlos Rafael Silva

Eu sou Carlos Rafael de Oliveira Silva, sou formado em Desenvolvimento de jogos digitais pela universidade Fumec, tenho 33 anos e nessa jornada fiz diversos cursos nas áreas da programação, Marketing e produção de vídeos, atualmente produzo conteúdo variado para internet.
Follow Me:

Related Posts