Filmes

Acrimônia – Qual o limite do ciúmes? (2018) Critica

Se formos buscar pelo significado da palavra ACRIMÔNIA encontramos duas vertentes uma dando a ideia de estado ou qualidade do que é acre, azedo; acridão, acridez, acritude, já a segunda temos um segmento mais figurativo do comportamento indelicado; acridez, aspereza, porem ao assistir o filme podemos dizer que tudo tem apenas um significado a busca pela vingança.

Melinda (Taraji P. Henson) sempre foi uma esposa fiel, porém, cansada de ficar ao lado de seu marido preguiçoso, Robert (Lyriq Bent), se divorcia quando ele faz com que ela perca a casa de sua família. Meses depois, Melinda descobre que seu ex-marido ficou rico e está noivo de outra mulher. Sentindo que ele deve a ela todo o tempo e dinheiro que ela investiu quando estavam juntos, ela perde o controle e vai atrás de vingança.

Confesso que ao ler a sinopse e assistir ao trailer tive a sensação que o filme seria mais do mesmo, uma esposa traída que busca vingança pela traição, e logo no começo estava certo que seria isso, onde vemos Melinda Gayle (Taraji P. Henson), no tribunal com uma cara de ódio mortal, achei que ela fosse pular da cadeira e matar a pessoa que estava ao seu lado, porem como muitos problemas em relação a raiva são tratados com terapias o juiz exigem isso de Melinda.

Nesse momento de cumprir a ordem do juiz ela começa a contar sua historia que de certo modo pode representar a historia de muitas mulheres ou mesmo homens que fazem de tudo pelos seus conjugues e no final tudo muda completamente, porem se pararmos para analisar o roteiro de Tyler Perry que também foi o diretor o filme, nos lembra um pouco a Garota exemplar, não no aspecto geral mas na circunstancia da loucura de Melinda que acaba sendo bem exagerada.

Quando ela começa a narrar a historia me senti comovido, como se ela fosse a vítima da situação onde ela amava seu marido Robert (Lyriq Bent) e ele fosse apenas mais um homem aproveitador e vigarista, porem a medida que ela conta a historia podemos perceber que ela guardava muito rancor, por ter investido seu amor, e dinheiro em uma relação que sua família não aprovava. Por outro lado quando percebemos que Robert estava atras de um sonho que poderia mudar suas vidas, mas não tinha conseguido uma boa oportunidade, e a cada momento que o tempo passava Melinda se sentia presa a um cara preguiçoso, mentiroso e traidor, enquanto ela tinha que trabalhar para sustentar os dois e ao sonho do marido, nesse ponto senti a falta de um desenvolvimento das motivações da personagem de Taraji P. Henson pois quando ela narra sua historia vemos uma certa pressa em descrever como sua vida foi complicada ao lado de Robert.

Mas como o destino e algo completamente imprevisível, Melinda resolve separar de Robert e tentar seguir sua vida mesmo ele deixando claro que a ama,um amor que podemos dizer ser sincero apesar de toda historia fazer parecer que não. A interpretação dos atores chama bastante atenção, principalmente Taraji P. Henson que estava incrível em sua atuação mesmo o roteiro não ajudando muito , mas mesmo apesar de ter um roteiro bem simples que mostra uma boa visão em relação as loucuras dos ciumes acho que o filme deixou faltar alguma coisa, talvez em relação aos outros personagens ou a historia ser contada apenas pelo ponto de vista de Melinda quem em um determinado momento passa a sensação de ser uma historia comum de ciumes ao extremo.

Falo isso pois o diretor poderia ter aproveitado o que está sendo bem comum nos filmes ultimamente, fazer a historia se passar em duas perspectivas diferentes ou mesmo brincar com a linha do tempo como foi feito em Mamma Mia Lá vamos nós de novo, acho que se fosse contato parte da historia pelo Robert poderia trazer mais imersão e desenvolvimento dos personagens, pois a todo momento temos a visão da Melinda que acaba nos fazendo sentir raiva do Robert, mesmo ele tentando fazer o certo no final, que acaba não sendo uma grande surpresa.

De um modo geral o filme é interessante, e tem um certo atrativo caso você goste de um drama/suspense, mas não espere muito, os atores Danielle Nicolet, Jazmyn Simon, Tika Sumpter, Jason Vail e Ptosha Storey apesar de estarem bens em cena não agrega tanto valor deixando o grande destaque para Lyriq Bent e Taraji P. Henson que de certo modo acaba um pouco prejudicada chegando ao ponto de sua personagem ser meio excessiva, que acredito eu seja um pouco culpa do roteiro, mas acho que se você gosta do gênero deve assistir mas sem grandes expectativas pois talvez você se surpreenda com o filme.

E ai o que achou? Comenta ai!! Aproveite e nos siga nas redes sociais para ficar por dentro de tudo do universo dos filmes series e games Facebook, Twitter, Instagram, Youtube


🔔 Confira nossos canais no youtube!!

🔔 Você sabia que a District está no 🔥 Facebook, 🔥 Instagram e 🔥 Twitter? Siga-nos por lá.


Confira
  • Roteiro
  • Direção
  • Fotografia
  • Interpretação
  • Trilha sonora
2.6

Resumo

Se você tem duvida sobre o ciumes doentio que muitas vezes nos leva a viver em um universo a parte assista ao filme Acrimônia, pois nele podemos ver ate qual ponto o ciumes pode nos levar.

Carlos Rafael

Carlos Rafael Silva

Eu sou Carlos Rafael de Oliveira Silva, sou formado em Desenvolvimento de jogos digitais pela universidade Fumec, tenho 33 anos e nessa jornada fiz diversos cursos nas áreas da programação, Marketing e produção de vídeos, atualmente produzo conteúdo variado para internet.
Follow Me:

Related Posts